Cirurgia Robótica

Considerada a evolução da cirurgia videolaparoscópica, a cirurgia robótica é o que há de mais moderno em cirurgia minimamente invasiva.

Nesta modalidade ao invés das mãos do cirurgião segurarem  as pinças, é o braço do robô quem segura. O cirurgião é quem comanda o robô, que reproduz suas ações  de uma maneira harmônica,  propiciando movimentos precisos sem tremores e  possibilitando movimentos que seriam impossíveis com pinças normais de laparoscopia.

Além disso, traz visão tridimensional com aumento de até 15x e maior conforto ao cirurgião ( ergonomia), já que pode realizar o procedimento sentado confortavelmente, sem se desgastar por horas em pé.

As vantagens são diminuir a perda sangüínea e a necessidade de transfusões, menor trauma cirúrgico, menor dor pós-operatória, menor risco de infecção e complicações, proporcionando uma recuperação mais rápida. As desvantagens são o custo, pois nem todos os planos de saúde cobrem o procedimento, e a pouca disponibilidade de robôs no nosso meio.

×